Professor de Cinema da UniRitter participa de longa na Croácia

Emiliano Cunha foi assistente de direção em “Depois de ser Cinza”

Nesta semana, o professor Emiliano Cunha voltou da Croácia, onde participou da produção do longa ‘Depois de ser Cinza”, como assistente de direção. O longa conta a história de três mulheres – Isabel, Manoela e Suzy – e o elo entre elas: Raul, um homem com o qual as três, em algum momento de suas vidas, acabam se relacionando. É produzido pela Pironauta Filmes, conta com o roteiro de Leo Garcia e direção de Eduardo Wannmacher, com previsão de estreia em 2018.

Ao site da FACS, o professor relatou a sua experiência na Croácia e destacou o quanto ela foi importante. “O envolvimento e trabalho em um longa-metragem, na posição de assistente de direção, é extremamente enriquecedor”, contou. Emiliano realça que seus dias em outro país foram muito significativos, tanto para si, quanto para seus alunos. “Sem sombra de dúvida, todo o processo aumentou meu repertório de situações e técnicas, as quais poderei repassar aos estudantes”, destaca Emiliano.

Emiliano ainda afirmou que o maior aprendizado nesta produção foi a relação que teve com profissionais estrangeiros: “O desempenho de minha função no set em outra língua e cultura foi algo muito novo e desafiador”.

O curso de Cinema passou a ser oferecido pela UniRitter em março de 2017, e é a graduação mais jovem da Faculdade de Comunicação Social (FACS).