Players Talk reúne acadêmicos e profissionais do mercado de jogos

Evento produzido pela turma de Gestão de Eventos foi realizado no campus Zona Sul

Uma oportunidade de ficar frente a frente com profissionais do mercado, de apresentar trabalhos e, ainda, de receber um feedback individual. Assim foi o Players Talk, encontro voltado para os acadêmicos de Jogos Digitais da UniRitter, realizado terça-feira (4/12) no campus Zona Sul. Fruto da parceria entre os cursos de Jogos Digitais e Relações Públicas, o evento reuniu alunos, professores e profissionais do ramo de games e foi organizado pela turma de Gestão de Eventos, ministrada pela professora Tânia Almeida.

A atividade teve início com uma rodada de entrevistas com seis estudantes, na qual eles exibiram seus trabalhos para os profissionais. Cada aluno fez uma apresentação individual com duração de dez minutos.

A primeira apresentação foi feita pelo aluno Kelvin Zanluchi Ribeiro, que trouxe jogos desenvolvidos por ele – entre os games estava o jogo de memória sonoro desenvolvido para deficientes visuais. Durante a demonstração, Kevin também falou sobre os processos de criação do produto.

Em seguida foi a vez do aluno do 4º semestre de Jogos Digitais, Luciano Alex Souza Junior, que falou sobre seu currículo e trouxe os jogos mais recentes que produziu. Entre eles, o Motor Knights, campeão da competição Epic Game Jam Porto de 2017 e o Robotopy, destaque de melhor apresentação no Game Jam deste ano.

Depois do aluno, Thiago La Manza Ferrero, formado em Jogos Digitais, apresentou seus projetos produzidos em 3D, como o Fantasy Sword. A apresentação seguinte foi a de Paulo Ronaldo Fagundes e Daiane Oliveira, que demonstraram o Sigel’s World, um jogo de plataforma em terceira pessoa.

Segundo Daiane, o evento representou uma oportunidade única. “Foi muito legal participar de uma socialização com profissionais do mercado de jogos. Como nunca tinha tido esta oportunidade, rendeu muita experiência”, destacou.

A penúltima apresentação do evento foi a de Lucas Gomes, aluno do 4º semestre de Jogos Digitais, que explicou modelos de jogos 3D e a criação dos personagens. E, por último, Gabriel Isquierdo mostrou o jogo Bar Fight, desenvolvido para a disciplina de Game Engine.

Após as demonstrações dos universitários, os profissionais do ramo de jogos falaram dos acertos de cada projeto e fizeram sugestões dos aspectos que poderiam ser melhorados. Para Gustavo Turquenitch, um dos organizadores do encontro, o Players Talk atingiu o objetivo esperado. “Foi muito bom. Os alunos desempenharam um excelente trabalho e os feedbacks foram ótimos”, disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.