Organização do Intercom Sul decide adiar evento devido à greve dos caminhoneiros

Excursão da FACS será remarcada assim que a nova data do congresso for divulgada pelos organizadores

Devido à instabilidade que atinge todo o país em razão da greve dos caminhoneiros, os organizadores do Intercom Sul 2018, em parceria com a Intercom nacional, decidiram adiar o congresso que aconteceria de 31 de maio a 2 de junho em Cascavel. A decisão foi tomada na tarde de segunda-feira. O comunicado oficial sobre o adiamento do evento pode ser acessado aqui.

Em contato com a reportagem do site da FACS, a professora Laila Rotter Schmidt, que responde pela comissão organizadora do evento no Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz (FAG), informou que a nova data do Intercom Sul será divulgada assim que a greve dos caminhoneiros terminar. “O congresso será nos mesmos moldes do que aconteceria agora”, destacou. As inscrições, pagamentos e a programação de apresentação de trabalhos, portanto, permanecem mantidos.

Segundo relato de moradores, Cascavel enfrenta dificuldades de abastecimento e não apresenta, neste momento, as condições necessárias para receber visitantes para um evento do porte do Intercom.

Diante do adiamento, a excursão da FACS também será adiada. A viagem será remarcada assim que a nova data do congresso for divulgada pelos organizadores. Conforme acordo firmado através de contrato pelos alunos e professores da FACS que participarão da viagem, como não houve quebra de contrato por parte da agência de turismo que organizou a excursão – a Attraversiamo Viagens -, não haverá a possibilidade de cancelamento do pacote e/ou devolução de valores. Casos específicos serão tratados após a confirmação da nova data do Intercom Sul.

A FACS e a Attraversiamo Viagens agradecem a compreensão de todos os alunos e professores inscritos na Operação Cascavel.