International Week promove bate-papo sobre intercâmbio na Alemanha

Palestra aconteceu no Foyer do Auditório Master, no campus Zona Sul

O segundo dia da International Week começou com uma rápida apresentação do professor Rodrigo Rodembusch, coordenador do International Office da UniRitter, e recebeu representantes do Instituto Goethe e do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD). Realizado no dia 29 de agosto, no Foyer do Auditório Master da Zona Sul, o evento promoveu ideias e retirou dúvidas sobre intercâmbio, idioma e cultura alemã. O objetivo principal foi fornecer informações para despertar o interesse dos estudantes em estudar no exterior.

No início do bate-papo o diretor de ensino do Instituto Goethe, Adrian Kissmann, falou sobre o diferencial da língua alemã no mercado de trabalho e dos objetivos da Goethe: promover a cultura e o idioma. “Intercâmbio acadêmico tem a ver com idioma e cultura, elas não se separam, você precisa ter conhecimento das duas coisas”, explica Kissmann. Segundo ele, houve um aumento de 43% de pessoas estudando a língua.

Já a Dra. Svenja Brunger, do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), explicou o trabalho realizado e as bolsas disponíveis para os estudantes brasileiros. Também falou sobre os custos de vida na Alemanha e salientou as vantagens do país. Para Svenja as maiores vantagens são as universidades gratuitas, o baixo custo de vida e os auxílios financeiros disponíveis para os estudantes.

Ao final das palestras, o coordenador do International Office reafirmou a importância do intercâmbio. Para Rodembusch, os alunos precisam olhar além dos muros do centro universitário: “A Alemanha é a referência mundial em várias áreas como comunicação e engenharia, então o aluno precisa ter noção das possibilidades que ele tem”.

As disciplinas cursadas no exterior serão aproveitadas pela UniRitter. Os principais cursos são os de Administração, Comunicação social e Engenharias. Aluno de Design Gráfico, Pedro Flores achou interessante o bate-papo para o esclarecimento de dúvidas. “Minha vontade de intercâmbio começou a surgir a partir do edital da DAAD”, declarou ele. A dica deixada no segundo dia da International Week é o conhecimento da língua, cultura e, principalmente, programação para a viagem.

Este slideshow necessita de JavaScript.