Inquietos vencem Prêmio de Jornalismo do Ministério Público

Reportagem premiada foi produzida na disciplina de Jornalismo Ambiental 

A Faculdade de Comunicação Social ganhou mais um motivo para se orgulhar dos seus futuros jornalistas. Foi divulgada na última quarta-feira, 29/11, a lista de vencedores do Prêmio de Jornalismo do Ministério Público. A primeira colocação na categoria Universitária ficou com a reportagem “Degradação e descaso: a trajetória do Rio dos Sinos”, de Alberi Neto, Aline Eberhardt e Ariadne Kramer, alunos da UniRitter. A edição deste ano foi a primeira a contar com a categoria específica para estudantes universitários.

Alberi, Aline e Ariadne

Publicada no blog de Jornalismo Ambiental da UniRitter, a matéria expõe a situação do Rio dos Sinos, o quarto mais poluído do Brasil. A proximidade com o local e o desconhecimento da população sobre o tema foram fatores que motivaram o grupo a abordar o tema. “Jornalismo é para isso mesmo, chocar e informar”, disse Aline. O fato de a reportagem ser premiada pelo Ministério Público deu, para os estudantes, a sensação de dever cumprido. “Eles (o MP) foram de fundamental importância para que a matéria tivesse esse resultado. Ser reconhecido por eles é muito gratificante”, completa a aluna.

O prêmio promovido pelo Ministério Público Estadual conta com apoio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS e da Associação Riograndense de Imprensa (ARI). Todos os estudantes vão receber certificados de participação. A premiação deve ocorrer no dia 12 de dezembro, às 9h30min, no Palácio do Ministério Público.