FACS comemora sucesso na transmissão da Copa dos Refugiados

Evento realizado nos dias 2 e 3 de junho marcou a primeira cobertura externa da Rádio UniRitter

A Rádio UniRitter tem apenas nove meses de vida, mas neste domingo (03/06) se comportou como “gente grande”. Por mais de cinco horas os alunos de Jornalismo transmitiram, diretamente das cabines de imprensa do Beira-Rio, as semifinais e a final da segunda edição da Copa dos Refugiados. O evento mobilizou  quarenta alunos de Jornalismo e dezessete de Relações Internacionais que participaram da cobertura exercendo diversas funções: narração, comentários, reportagem de campo e de torcida, reportagem para o site da FACS, atualização de redes sociais e fotografia. A equipe contou com o apoio técnico de Emerson Garcia e João Nobre, técnicos de áudio e vídeo dos laboratórios da FACS, liderados pelo supervisor Paulo Lindner. Os professores Leandro Olegário, Rodrigo Rodembusch, Denise de Rocchi e Mariana Oselame também participaram da transmissão, liderados pelo idealizador do projeto, o professor Roberto Belmonte.

Foi de Belmonte a ideia de desafiar a Rádio UniRitter a fazer a sua primeira transmissão externa da história. Durante a Aula Inaugural da FACS no campus Fapa, em março, o convidado do curso de Publicidade e Propaganda, o sócio-diretor da Ponto Agência de Inovação Social, Cláudio Oliveira, falou sobre a realização da Copa nos dias 2 e 3 de junho. Professor das disciplinas de Cidades e Esportes e Radiojornalismo, Roberto Belmonte, que estava na palestra, sugeriu ao sócio da Ponto que a UniRitter fizesse a transmissão – o que ele aceitou na mesma hora.

Belmonte conta que o coordenador dos cursos de Jornalismo e Produção Audiovisual da UniRitter, Leandro Olegário, também comprou a ideia, assim como o coordenador dos laboratórios de comunicação, Paulo Lindner, e o coordenador de Relações Internacionais, Pedro Brittes. Os alunos de RI trabalharam na transmissão da rádio, qualificando os comentários, e como voluntários, graças ao envolvimento do Núcleo de Apoio e Assessoria a Refugiados e Imigrantes (NAARI), liderado pela professora Marina Rosa.

De acordo com Belmonte, os preparativos aconteceram no mês de maio e envolveram alunos que já cursaram as disciplinas de rádio e que estão realizando neste semestre a disciplina de estágio na Rádio UniRitter.

Após uma série de reuniões, a parceria foi firmada. Os alunos da UniRitter acompanharam os dois dias de evento: no sábado, no estádio Passo d’Areia, cobriram as partidas eliminatórias. No domingo, no Beira-Rio, transmitiram a etapa decisiva, ao vivo, pela Rádio UniRitter. Depois de mais de cinco horas de transmissão, a felicidade pelo sucesso da cobertura era evidente entre alunos, professores e técnicos dos laboratórios da FACS.

“Foi uma experiência sensacional”, disse Belmonte sobre a transmissão dos jogos e o envolvimento dos alunos e professores. “Os alunos experimentaram uma cobertura profissional, como ela realmente acontece no dia a dia das emissoras. Foi espetacular o que aconteceu hoje no Beira-Rio: a gente pôde juntar a discussão do esporte com os grandes debates internacionais, tratando do tema dos refugiados”, complementou.

Entusiasta de grandes coberturas jornalísticas, Olegário falou sobre os frutos da iniciativa para os alunos. “A gente fica muito feliz com esse resultado de poder, em sala de aula trabalhar a teoria, e, aqui no estádio, ver a dimensão prática. Isso faz toda a diferença para o aluno, que cria portfólio e vai vivenciar essa experiência do mercado de trabalho, com todos os contratempos e no final resultar com um produto prático, que é a transmissão pela Rádio UniRitter”, avaliou.

Supervisor da parte técnica – peça chave no sucesso da transmissão -, Paulo Lindner também vibrou com o resultado. “Podemos avaliar positivamente esse exercício com os alunos, que puderam desenvolver atividade externa com toda a montagem. Montamos uma rádio externa, com microfones sem fio, colocamos ao vivo no Facebook e no aplicativo RD UniRiter”, destacou.

Um dos alunos de Jornalismo que participou da cobertura no domingo foi Matheus Lourenço, que faz estágio na Rádio UniRitter e teve a missão de ser o plantão da jornada esportiva. “Foi muito importante, não só para o crescimento como jornalista, mas também como cidadão. Eu não sonho em ser jornalista esportivo, mas eu acho que isso (a Copa dos Refugiados) é muito importante para que a gente tenha uma visão mais humanitária da vida”, disse.

Narrador da final entre Senegal e Líbano, Elias Costa definiu o domingo como “um momento único no jornalismo”. Mesmo com anos de experiência em rádio, Elias continua se emocionando e aprendendo com cada vivência no veículo. “É muito emocionante narrar e participar deste evento que é a Copa dos Refugiados e fazer parte dessa integração de povos. Esse povo muito sofrido que vem para o Brasil com a esperança de uma vida melhor. Nada melhor do que o futebol para unir todo esse povo”, comentou, grato com a oportunidade.

Os universitários envolvidos na iniciativa foram escalados para diversas funções, entre elas, a fotografia. Uma das fotógrafas em campo foi Natália Silveira, também aluna de Jornalismo. “A experiência de fotografar aqui foi sensacional porque a gente conseguiu usar a  tele e fisheye, que são duas lentes muito boas para esse tipo de situação.  A gente conseguiu trabalhar com equipamentos que o pessoal trabalha nas empresas”, disse. A universitária explica que os alunos foram credenciados e tiveram acesso a diversas áreas do Beira-Rio. “A gente se sentiu como realmente estivesse trabalhando num jogo de futebol da série A do Campeonato Brasileiro,com tudo acontecendo e a gente trabalhando para tirar as melhores fotos”, finalizou.

EQUIPE QUE PARTICIPOU DA TRANSMISSÃO DA II COPA DOS REFUGIADOS

Apresentadores
Luis Fernando Donel
Daniel Fagundes

Narradores
Juan Link
Valéria Possamai
Jocelias Costa

Comentaristas de futebol
Paula Fernandes
Vinicius Farias
Matheus Suminski

Comentaristas de Relações Internacionais
Mateus Perez
Felipe Taborda Timm
Marianna de Oliveira Rodrigues

Produção
Pâmela Bassualdo
Vitória Karoline da Fonseca Batista

Plantão esportivo
Matheus Lourenço

Repórteres de campo
Lucas Bubols
Gilberto Echauri Junior
Andrey da Rocha
Danrley Gonçalves
Willian Cardoso
Danrley Passos

Repórteres na arquibancada
Leonardo Dutra
Andreza Ferraz

AGÊNCIA INQ
João Pedro Cammardelli Martins
Matheus Dias Lourenço

Edição
Andrew Fischer

FOTOGRAFIA
Thiago Nascimento da Luz
Natália Silveira Silva

RADIOJORNALISMO
Bruna Silva da Rosa
Nicoly de Souza Reis
Roselaine Gomes Pontes

GESTÃO DA INFORMAÇÃO: CIDADES E ESPORTES
Angelo Costa Pieretti

TEXTO JORNALÍSTICO
Mariana Gomes Braz
Camila Barao de Souza
Tatiana Belen Collado
Marcus Vinicius Chagas de Oliveira

TELEJORNALISMO
Ulisses Miranda
Ariadne Kramer 

COORDENAÇÃO
Prof. Roberto Belmonte

COORDENAÇÃO TÉCNICA
Paulo Lindner

Este slideshow necessita de JavaScript.