Entrega de certificados marca encerramento da Semana Internacional Cibertec UniRitter 2018

Delegação peruana participou de atividades turísticas e acadêmicas em Porto Alegre entre os dias 12 e 17 de agosto

TEXTO | Júlia Barth
FOTOS | Tiago Coutinho

O auditório do prédio D do campus Zona Sul da UniRitter foi palco, na tarde de 17 de agosto, de uma cerimônia especial. Trinta alunos da Cibertec – instituição da rede Laureate no Peru – receberam certificados pela participação na terceira edição da Semana Internacional Cibertec UniRitter. A delegação peruana, formada por alunos de Negócios, Informática, Design, Engenharia e Letras, desembarcou em Porto Alegre no domingo, 12 de agosto, e durante seis dias teve uma intensa agenda turística e acadêmica. A programação incluiu palestras e visitas a empresas e a espaços culturais de Porto Alegre.

Na UniRitter, os estudantes conheceram a infraestrutura dos campi Zona Sul, FAPA e Iguatemi. A arquitetura dos prédios e o ambiente acolhedor da faculdade chamaram bastante a atenção da delegação, que destacou como ponto positivo a diversidade de estudantes na instituição. “As diferentes áreas de estudos ofertadas pela UniRitter também contribuem para esse ambiente especial e diferente. Eu gostei muito, quero ter a oportunidade de estudar aqui”, disse a peruana Ester Massias. A programação dos alunos da Cibertec na UniRitter também incluiu três palestras – entre elas a abertura da terceira edição do Geração Dux.

A delegação peruana também visitou a SAP, em São Leopoldo. “Foi muito impactante para nós ver a empresa. É uma tecnologia que nós não temos no Peru. Eu nunca tinha visto algo assim, foi muito legal”, disse o estudante Fabian Estrada. Outra visita feita pelo grupo foi feita por meio da Free Walk POA – projeto oferece tours totalmente gratuitos, a pé, pelo centro da cidade.

Coordenador do International Office da UniRitter e professor da FACS, Rodrigo Rodembusch acompanhou o grupo durante as atividades. “Com essa visita eles têm a possibilidade de ver como é o mercado de trabalho em Porto Alegre e como é a vida acadêmica na UniRitter. Para 90% é a primeira viagem internacional, e eles ganharam o primeiro certificado internacional. A gente sabe que faz diferença”, destacou Rodembusch. “É uma forma de abrir os olhos para o mundo e ver as coisas além do seu próprio país”, completou.

Coordenador do grupo da Cibertec, o professor Juan Vásquez também ressaltou a relevância da visita para a formação acadêmica e pessoal dos estudantes. “É muito importante poder comparar a nossa cultura com a do Brasil. Ganhamos novos conhecimentos que, de alguma maneira, podem contribuir também na sociedade peruana”, afirmou.

A relação entre Cibertec e UniRitter é antiga: são quase seis anos de conversações e curtas visitas. A conexão se iniciou na área de tecnologia, com um grupo de cinco alunos, e ao longo do tempo foi abrangendo outras áreas.

Este slideshow necessita de JavaScript.