Ensaio fotográfico denuncia preconceito racial

Projeto desenvolvido por aluno de Jornalismo mostra racismo por trás de palavras cotidianas

Com o tema “frases que denunciam o preconceito”, o aluno Felipe Marques, do 1º semestre do curso de Jornalismo, elaborou um ensaio fotográfico para a disciplina de Introdução à Fotografia. A ideia foi conscientizar sobre o preconceito racial. As pessoas que foram fotografadas são voluntárias, de pele negra, e posaram segurando placas com expressões que costumam ser ditas.

“Atitudes como esta não devem passar despercebidas e não devemos nos calar diante disso. Digo não só em relação ao preconceito racial, mas sim a qualquer tipo de preconceito. Boa parte das frases foram baseadas em situações que ocorreram comigo ou pessoas próximas a mim”, comenta Felipe. Além disso, o jovem afirma que ficou contente com o trabalho final. “Confesso que não esperava esse resultado, por ser meu primeiro ensaio fotográfico. Eu sou muito grato a todos que fizeram parte disso”.

O projeto fez parte de uma atividade proposta em aula, na qual os alunos tinham que realizar um ensaio fotográfico de 10 fotos, com tema livre, em um ambiente dentro ou fora da UniRitter. O professor da disciplina, Rogério Grilho, comentou que teve bons resultados de ensaio neste semestre: “Tive ensaios bem intimistas, principalmente com a temática LGBT. Esse ensaio específico por fazer em ambiente externo foi mais amador, mas conseguiu um retorno muito positivo pelo tema de preconceito”.

Amanda Chagas foi uma das fotografadas pelo estudante. Ela comenta que achou gratificante participar do projeto. “Acho muito importante abordar a temática de racismo nas universidades, principalmente porque parece que rola um esquecimento e um pouco de acomodação das pessoas sobre o assunto. Acham que o racismo não existe mais. Temos que lembrar sempre dos lugares que ocupamos, de onde nós viemos e não aceitar qualquer tipo de opressão”, afirmou.

Este slideshow necessita de JavaScript.