Design de Moda promove palestras e workshops no campus Iguatemi

Evento reuniu profissionais que utilizam técnicas manuais voltadas à sustentabilidade

A manhã do segundo dia de Fashion Revolution na UniRitter – 25 de abril- , contou com a presença de quatro projetos ligados à práticas manuais e sustentáveis. Em uma roda de conversa, cada projeto contou um pouco de seu trabalho: como é feito, quais pessoas são atingidas e quais suas metas para o futuro.

PROJETO OCTO

O projeto tem como objetivo trazer o conforto para crianças em hospitais por meio do polvo de crochê sustentável. Ele surgiu na Dinamarca, em 2013, quando um pai sentiu a necessidade de que seu filho tivesse uma companhia durante a internação. Houve tanta repercussão que o Octo veio para o Brasil, para Brasília, e acabou se espalhando pelo mundo inteiro. Em Porto Alegre as responsáveis são Simone De Bortoli e Kelly Franceschetti.

O polvinho, como é chamado, é um instrumento que deixa os bebês calmos e os ajuda a ganhar peso, melhora os sistemas respiratório e cardíaco, e auxilia no aumento dos níveis de oxigênio no sangue. A estrutura do polvo é o grande segredo de tudo isso: os tentáculos – de até 22 cm para a criança não engolir e nem se machucar – lembram o cordão umbilical da mãe. Cada polvo possui a característica da criança que vai recebê-lo.

O projeto começou no Hospital Presidente Vargas e atualmente é disponibilizado gratuitamente em seis hospitais de Porto Alegre, além de Sapucaia, Esteio, São Leopoldo e Tramandaí. Qualquer pessoa pode participar do projeto e cooperar com o material para a produção do polvo.

Durante o evento no campus Iguatemi os participantes do workshop confeccionaram um polvinho para recém-nascido com fio de algodão e agulhas próprias para o trabalho manual de crochê.

CLUBE COSTURA LIVRE

Marina Anderle, a criadora do clube, sempre deu aulas de projeto de moda e modelagem. Chegou um momento em que sua casa estava lotada de objetos, entre eles uma máquina de costura doméstica Overlock, que ela gostaria de vender. Marina vendeu a máquina para duas amigas que tinham um ateliê de artes plásticas – elas, por sua vez, pediram à Marina um treinamento para usar a máquina de costura. Daí surgiu a ideia de oferecer um curso de costura com o objetivo de fazer com que os alunos saiam da zona de conforto e enfrentem a barreira de costurar.

CASA HERMOSA

Casa Hermosa é uma loja situada na Tristeza, na Zona Sul de Porto Alegre, que vende matérias-primas sustentáveis e roupas prontas. O dono, Gabriel Alves, promove projetos como o Coletivo Cria, que produz roupas a partir de lãs e outras fibras naturais. A loja tem como objetivo promover a mudança em toda cadeia de consumo, provocando a conscientização ambiental.

Para alcançar esse objetivo, Gabriel, juntamente com diversos profissionais, promove cursos de tricô e crochê, entre outros. Além disso, sempre há encontros com artesãos de diversas áreas para promover a troca de experiências, bem como trazer o resgate dos projetos manuais.

PROJETO CARIÑO

O Projeto Cariño é um projeto de extensão que foi apresentado no ano passado no campus Zona Sul. O objetivo é desenvolver roupas sustentáveis para bebês com idades entre zero e 12 meses. O ponto forte deste projeto é que ele está sendo aplicado em comunidades no entorno da UniRitter Zona Sul e da Fapa.

No workshop promovido pelo Cariño, os alunos criaram um sapatinho para recém-nascido com apenas um pedaço de pano e linha, costurando dentro de proporções específicas com técnicas de ponto, além de utilizar moldes.

Este slideshow necessita de JavaScript.