Curta de professor concorre no Festival de Gramado

“Sob águas claras e inocentes”, de Emiliano Cunha, foi indicado na categoria Curtas Gaúchos

Dirigido por Emiliano Cunha, professor de Cinema da FACS, o curta Sob águas claras e inocentes foi indicado para disputar o Prêmio Assembleia Legislativa do Festival de Cinema de Gramado, que ocorre de 17 a 26 de agosto (confira aqui todos os indicados). O filme concorre na categoria Curtas-Metragens Gaúchos. No ano passado, o filme já havia sido reconhecido: foi a única produção gaúcha na 58ª edição do Festival Internacional de Cine Documental y Cortometraje de Bilbao, que aconteceu em novembro, na Espanha.

Sob águas claras e inocentes acompanha a vida de um personagem interpretado por vários atores. O protagonista se sente sozinho e irrelevante, vivendo numa cidade que já não o aceita mais. “Na verdade, é um sentimento meu e de alguns amigos, que a cidade se tornou insuportável para viver, mas ele acaba com uma ideia de renovação”, afirmou Emiliano. O filme ainda não é público, pois os festivais pedem ineditismo de dois a três anos.

Produzido pela Ausgang, o filme foi financiado com recursos do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural (Fumproarte). O trailer pode ser conferido aqui.