Copa dos Refugiados: Líbano vence Peru de goleada e vai à final

Seleção libanesa marcou cinco gols e disputa final contra Senegal

Líbano e Peru disputaram a segunda semifinal da Copa dos Refugiados. A seleção libanesa levou a melhor e dominou a partida, vencendo por 5 a 0.

Logo nos dois minutos do primeiro tempo, o camisa 11 do Líbano, Vinicius Farias Curi, criou uma jogada individual pelo canto direito do campo, chutando a bola que passou raspando o canto direito do travessão do goleiro peruano. Na sequência, o jogador cruzou a bola na cabeça do atacante camisa 9, Matheus Eberle Sahbe, que encobriu o goleiro do Peru, Salomón Quenallata. Um golaço para abrir o placar.

Próximo à metade do primeiro tempo, o camisa 11 da seleção libanesa recebeu um lançamento pelo meio do campo, que o deixou cara a cara com o goleiro peruano. Ele bateu, a bola passou por Salomón e o segundo gol foi marcado.

Um dos destaques da partida foi o camisa 11, que, em mais uma jogada, desta vez pelo canto esquerdo do campo, passou a bola para o camisa 9 do Líbano. Vinicius fez a finta em dois marcadores peruanos, cruzou na diagonal para área e após um bate e rebate entre ataque e defesa, Matheus pegou o rebote e estufou a rede. Gol de centroavante!

Ao fim do primeiro tempo, o Peru deixou transparecer o nervosismo. Houve uma discussão entre o técnico e um jogador peruano. Os dois foram advertidos pelo árbitro. A seleção peruana ainda teve um jogador machucado: Walter Paolo. Com dores na coxa, ele foi substituído pelo camisa 3, Miguel Perez.

Na etapa complementar do jogo entre Peru e Líbano, no estádio Beira-Rio, a seleção peruana se mostrou mais ativa. O lado esquerdo do campo foi sua arma secreta. Duas jogadas construídas quase resultaram em gol. Em uma, o ponta esquerda peruano fez a finta em seu adversário e cruzou ao invés de chutar, seu companheiro de time não alcançou a bola. Na outra, o mesmo jogador cruzou e causou um alvoroço no meio da área, no entanto, sem efetividade.

Mas, se tem Vinicius, aparentemente, tem gol. Ele recebeu um lançamento pela esquerda, driblou um zagueiro e o goleiro e fez gol de placa. Como se já não bastasse, o zagueiro peruano foi brincar e perdeu a bola para o camisa 11. Vinicius ficou cara a cara com o goleiro adversário, bateu no canto esquerdo do gol e foi comemorar.

Ao final do jogo, o Peru ainda teve uma falta cobrada na trave direita de Guido, o goleiro Libanês.  A partida teve poucas faltas, mas 4 cartões amarelos – dois para cada lado.

CRAQUE DA PARTIDA

O craque do jogo é o camisa 11 do Líbano, Vinicius Farias Curi (João Cammardelli/Agência INQ)

Com 3 gols marcados e duas jogadas de assistência, não tem como ser outro: o camisa 11 do Líbano, Vinicius Farias Curi, é o craque da partida. Além de gols, ele desferiu lindos dribles em seus adversários. Para ele, o que importa é a integração dos refugiados, o placar fica em segundo plano.

A Rádio UniRitter está transmitindo, ao vivo, a Copa dos Refugiados. Para ouvir a transmissão, clique aqui.


COPA DOS REFUGIADOS | FÓRMULA DE DISPUTA