Confraternização marca encerramento da terceira edição do Geração Dux

Evento que reuniu os duxers no campus Iguatemi contou com palestras, entrega de certificados e coquetel de encerramento

A manhã de sexta-feira (07/12) foi de muita alegria para os participantes da terceira edição do projeto Geração Dux. Reunidos nas salas 3 e 4 do Campus Iguatemi, os 24 duxers apresentaram os seus projetos coletivos. A iniciativa, realizada desde 2016 pela Fundação Gerações em parceria com o CIEE-RS, UniRitter e Instituto Jama, busca formar jovens líderes com forte interesse em atuação nas causas sociais por meio de conexões com empresas do terceiro setor.

Neste ano, foram 160 horas de atividades divididas em oito módulos entre os meses de maio e dezembro, com discussões sobre temas como inovação, desafios da democracia e empresas do sistema B (que unem lucro e benefícios sociais). O projeto também trouxe 34 convidados para palestras e conversas com os duxers. Além disso, os jovens também tiveram a oportunidade de viajar ao Peru para participar do XIV Encontro Iberoamericano da Sociedade Civil.

Após a apresentação dos projetos, a cerimônia de encerramento contou com a palestra de dois exemplos de lideranças jovens. Bruna Éboli, diretora do programa Líderes de Gestão Pública da ONG Vetor Brasil, falou sobre as propostas do seu projeto, um trainee de gestão pública que busca fazer uma mudança de paradigma selecionando profissionais com vontade e experiência para atuar na administração de secretarias municipais ou estaduais. Um dos exemplos trazidos pela palestrante foi o processo seletivo para o cargo de secretário de educação de Londrina, no Paraná. “Seja a mudança que você quer ver nos governos”, citou Bruna, se referindo ao slogan do instituto.

Wellington Vitorino, do Instituto Four, foi o segundo palestrante da manhã. Seu projeto, o ProLíder, busca formar lideranças capazes de discutir o cenário nacional por meio da criação de negócios de transformação que contribuam com o desenvolvimento do Brasil. “Quem tem a oportunidade, tem que meter a mão na massa e fazer. Devemos ter mais compromisso com o país, principalmente os jovens”, defendeu Vitorino, que apresentou dados que comprovam que o Brasil, atualmente, tem a maior juventude de todos os tempos.

O segundo momento da manhã foi o mais marcante para os duxers. Em um vídeo, foram reunidos depoimentos dos formandos, que destacaram pontos de aprendizagem proporcionados pelo programa. “Empatia, humanidade, interação no núcleo de vida onde está inserido. O tipo de formação de lideranças igual ao do Dux existe muito pouco. É um processo de humanização”, ressaltou Marko Gil, um dos participantes.

Estiveram presentes na entrega dos certificados aos duxers Ana Lúcia Maciel, coordenadora pedagógica do Geração Dux; Karine Ruy, coordenadora executiva do projeto; Camila Morales, professora de Publicidade e Propaganda da UniRitter e docente responsável pelo projeto; Amaralina Xavier, consultora de projetos e comunicação da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho; Inês Amaro, uma das instrutoras nos módulos do Dux e Léo Voigt, diretor-presidente da Fundação Gerações.

Ao final do evento, após a entrega dos certificados, Voigt destacou, ao lado de Cláudio Bins – gerente de relações institucionais do CIEE-RS – o trabalho dos duxers e dos palestrantes, reforçando o seu otimismo quanto ao futuro do país e elogiando a parceria criada durante o ano. Para ele, o balanço desta edição do projeto foi positivo. “Nesse ano, tivemos de fato um amadurecimento muito intenso. Do ponto de vista programático, se tornou um projeto muito mais ambicioso. Do ponto de vista metodológico, melhor acabado. Alcançamos uma turma com um padrão de maturidade mais elevado, o que facilitou trabalhar alguns conteúdos e reduzir um pouco a perda de tempo, pois eles aceitavam com mais facilidade desafios e inovações. Tivemos um ano que nos causa grande contentamento e satisfação, e esse evento simboliza esse processo de amadurecimento que o programa vem tendo. O que, de outra parte, nos desafia para a próxima turma”, falou Voigt.

O projeto já está com inscrições abertas para a edição de 2019. As informações completas, como requisitos para ser um duxer e a forma de inscrição no processo seletivo da quarta turma do Geração Dux estão disponíveis aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.