Alunos vivem na prática a profissão de jornalista

Rosane de Oliveira, colunista da Zero Hora, conversou com os alunos da UniRitter na Zona Sul

Na noite de 17 de maio, ocorreu no Auditório Master, no campus Zona Sul, o evento #ZHnaFaculdade, em comemoração ao aniversário de 53 anos da Zero Hora.  Na oportunidade, Rosane de Oliveira, colunista política da Zero Hora e também apresentadora da Rádio Gaúcha, mostrou aos estudantes presentes as interfaces do Jornalismo e destacou como é relevante estar sempre preparado e aberto a novas opiniões e discussões.

O evento começou com as boas-vindas do coordenador do curso de Jornalismo da UniRitter, Leandro Olegário, que agradeceu a presença de todos alunos e evidenciou a importância dessa parceria firmada entre a Zero Hora e a instituição. O enfoque da conversa da jornalista com os alunos era como o jornalismo se dá na era digital e ainda, sobre como ser multimídia é uma exigência do mercado. No entanto, a pauta sofreu alterações logo no início.

Coordenador do curso de jornalismo, Leandro Olegário com a jornalista Rosane de Oliveira (FOTO: Eduardo Marques/Agência INQ)

A jornalista foi comunicada durante a palestra sobre a mais recente notícia envolvendo uma gravação do presidente da República, Michel Temer, dando aval para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha, divulgadas pelos donos do frigorífico JBS e delatadas à Procuradoria-Geral da República. Rosane avisou que precisaria retornar à redação para refazer a coluna. Mesmo com o chamado, a jornalista respondeu às perguntas dos estudantes e quis mostrar na prática como a profissão é dinâmica, sem rotina e, ao mesmo tempo, fantástica.

”No Brasil, tudo é muito dinâmico. Quando pensamos que as coisas vão para um lado, vai para o outro e nós temos que estar preparados o tempo todo para informar, contextualizar, para explicar isso tudo”, afirmou a jornalista sobre a situação dos últimos 20 anos.

Rosane disse que, para se diferenciar e conquistar espaço no jornalismo, é preciso estar sempre conectado. Destacou ainda que o maior segredo para ter êxito na profissão é trabalhar com empolgação. ”O mundo vai sempre precisar de jornalistas, mas vai ter lugar somente para os melhores”, afirmou.

Sobre a conversa da profissional com os estudantes, os professores da instituição classificaram como uma aula prática de jornalismo. ”O fato do evento terminar com a mudança de pauta foi uma grande virtude porque foi uma aula de jornalismo a céu aberto, que faz a gente ver as potencialidades da nossa profissão”, disse o coordenador do curso, Leandro Olegário.